Meu Testemunho

cursos logotipo transparente kayoko takeda - Meu Testemunho
fotolet e1574102096854 1024x558 - Meu Testemunho

Me chamo Kayoko Takeda, sou esposa, mãe e avó.

Sou formada em enfermagem porém trabalhei a maior parte da minha vida como funcionária de um banco e me aposentei, em Junho de 2007, muito nova ainda e cheia de planos para os anos seguintes.

Naquela época já havia sido diagnosticada com uma patologia reumática chamada Síndrome de Sjogrën, que é uma doença autoimune que ataca as glândulas salivares, lacrimais, baixando muito a imunidade, podendo acometer as articulações, os nervos e órgãos.

Em Dezembro de 2007 fui diagnosticada com Fibrose Pulmonar em ambos os pulmões sem nunca ter colocado um cigarro na boca e já estava só com cerca de 50% da minha função pulmonar. Esta fibrose foi secundária à Síndrome de Sjogrën e os tratamentos se seguiram nos próximos anos que foram muito árduos.

Em Novembro de 2009, eu e meu marido, nos mudamos para Guarulhos SP porque nossos dois filhos já tinham saído de casa, o mais velho para trabalhar e o mais novo para estudar em São Paulo.

Em 2012 fui encaminhado pelo meu Pneumologista para o Ambulatório de Transplante Pulmonar do Hospital Israelita Albert Einstein.

Nessa época estava bem debilitada, me cansava com muita facilidade. Continuei meu tratamento e nesse período minha família, amigos e irmãos na fé fizeram uma verdadeira corrente de oração em favor da minha cura. Somente um milagre de Deus poderia me livrar desta cirurgia e desta doença tão grave. Recebi muitas palavras de que seria curada. Eu cri firmemente que isso poderia acontecer e esperei com fé mas minhas dificuldades continuaram.

Em Abril de 2015 entrei na fila de transplante pulmonar e a minha indicação era transplante bilateral. Entrei na fila do tipo sanguíneo A e minha posição era 49. Quando se entra na fila você precisa estar pronta física e emocionalmente e eu diria espiritualmente também para ser chamada para cirurgia a qualquer momento. Se houver um órgão compatível com você e não servir para nenhum outro que está antes de você então é seu. Funciona assim.

Comecei as fisioterapias pulmonares com mais consistência. Me esforcei muito para ganhar peso e segui as orientações médicas e fui acompanhando a fila andar.

Quando fui chegando mais próximo do início da fila fui convocada para fazer fisioterapia lá no próprio ambulatório de transplante pulmonar. Teria que me preparar para enfrentar uma cirurgia tão grande. Teria que ter força respiratória,  ter massa muscular e uma reserva de gordura também. Então comecei a andar na esteira com auxílio de oxigênio e sempre na velocidade máxima que meu corpo permitia. Fazia treino de musculação intenso colocando toda a força que existia em mim.  Uma fisioterapia de alta performance! Sou muito grata às fisioterapeutas que tão amavelmente nos incentivavam a dar tudo ali. Admiro muito cada uma delas e amo de todo meu coração.

Ali conhecemos e fizemos muitos amigos. Todos num mesmo barco, na esperança de dias melhores após receberem o seu par de pulmões novos! De poder respirar a pleno pulmão. De poder dar uma risada bem alto. De poder cantar a pleno pulmão. De comer mais rápido. De poder tossir com toda a força ou dar um espirro bem alto e chamar a atenção de meio mundo. De não ter que economizar palavras ao falar. De ter ânimo de sair para comprar uma roupa nova. São coisas que você jamais imaginou que pode ser difícil para alguém.

O mais triste é que vários destes amigos não puderam esperar o seu pulmão chegar e faleceram. Outros fizeram a cirurgia mas não resistiram e faleceram também. Saudades daqueles que aprendemos a amar e partiram antes de nós. Não consigo impedir que lágrimas caiam ao me lembrar de cada um deles. Mas muitos tiveram seu pulmões transplantados e estão muito bem. Muito feliz por eles! Sabrina querida e Dudu corinthiano querido! Quem não tem um amigo corinthiano não é? Mas o Dudu é muito especial! Sabrina você é uma guerreira vencedora! Continuo torcendo por todos que aguardam seu transplante seja que órgão for! Meu desejo é que todos tenham seu transplante no momento certo enquanto é tempo!

Certo dia fui avisada que minha cirurgia poderia estar muito próximo e então não poderia me ausentar mais que duas horas de distância do hospital. Arrumei minha malinha. Anotei no meu celular todas as providências, as pessoas a quem avisar e tudo o mais. E as orações em meu favor ainda se mantinham e eu continuei com fé e minha gratidão a Deus!

Eu sabia que se fosse para a cirurgia poderia não acordar mais para esta vida afinal era uma possibilidade. Estaria eu pronta para encontrar meu Senhor Jesus Cristo? E por isso muitas vezes eu e meu esposo conversávamos também sobre qual seria a melhor providência quanto aos bens caso viesse a partir.

E os dias foram passando e nada de me chamarem. Muitos meses se passaram e eu já estava muito melhor e comecei a perceber que os meus exames estavam sempre iguais, na tomografia não mostrava alterações em relação aos exames anteriores. E a prova de função pulmonar variava pequena coisa mas clinicamente estava muito melhor. Conversei com meu reumatologista e ele concordou comigo que naquelas condições ele não me levaria para cirurgia. O Reumato e o Pneumo, que são amigos, se conversaram e eu fui inativada na fila de transplantes. Isso quer dizer que eu continuava na fila porém não seria chamada para cirurgia.

Fiquei um ano inativa na fila e em Março de 2019, por estar muito bem e não precisar do transplante, pude sair definitivamente.

A fibrose pulmonar, na maioria dos casos, agrava muito rápido, por isso existe pressa em incluir o paciente na fila e realizar acompanhamento contínuo. No total foram 4 anos de fila de transplante pulmonar. E Deus na sua infinita graça me abençoou e cuidou em todos este tempo!

E nesse período comecei a estudar e ouvir vídeos em inglês sobre alimentação saudável que pudesse incrementasse a minha imunidade e fui parar nos vídeos de Alimentos Probióticos & Fermentados. Chamou a minha atenção quando vi um americano dando palestra na Universidade de Harvard sobre Natto, Natto Kim, Koji, Amazake, Missô, Shoyu.

Logo que vi, eu pensei: “Cresci comendo estes alimentos e tomando Amazake!”  Comecei a estudar a respeito dos Alimentos Fermentados & Probióticos e vi o quanto eram benéficos! Minha imunidade melhorou muito! Eu costumava ter muitas gripes e infecções das vias aéreas, tomava muitos antibióticos. Agora tudo isso é passado!

Quase todo o material que aprendi, foram de fontes Americanas ou em outros idiomas, o material em Português ainda é muito escasso. Isso começou a despertar em mim um desejo muito grande de ensinar a outras pessoas sobre um tema que  me ajudou muito!

Nos meus planos, seria apenas para depois do transplante. Mas já estava no coração de Deus que fosse antecipado!

Sou muito grata ao meu esposo que está comigo neste projeto tão ousado! Me dando todo o suporte necessário!

Atualmente, graças a Deus, continuo muito bem! Não me descuido dos exercícios físicos, faço 30 minutos de esteira e musculação 3 vezes por semana. Os Alimentos Probióticos & Fermentados fazem parte do meu dia a dia, e sinto-me energizada através deles.

Avanço com o coração transbordando fé e gratidão a Deus! Também agradeço com muito carinho a toda a equipe multidisciplinar que me deu total apoio, aos familiares e amigos que tanto oraram e estiveram comigo neste período tão difícil pela qual passei.

Vivo sonhando e planejando o amanhã! Sempre com novos projetos para o YouTube, escrevendo E-books, preparando Cursos e me atualizando na produção de conteúdos relevantes.

Espero que este seja um Canal de Vida para você e sua família!

Com carinho,

Kayoko Takeda

Deixe um comentário

Leia outros artigos

ebook receitas - Meu Testemunho

15 Receitas para seu Bem Estar e Saúde

Baixe GRÁTIS

Associada da Amazon